3m de leitura

A Lopes Rio Imobiliária lança o primeiro empreendimento a ser construído dentro do Plano Reviver Centro

Criação de moradias, como o Cores do Rio, ajudam na revitalização do Centro da Cidade

A Lopes Rio Imobiliária lança o primeiro empreendimento a ser construído dentro do Plano Reviver Centro
Ouvir

O que é o Plano Urbano Reviver Centro?

Antes de tudo, a história da nossa cidade começou no Centro e permanecerá e se expandirá nele. Para isso acontecer, a prefeitura tem investido e contado com parceiras, como por exemplo a W3 Engenharia. A construtora fará em parceria com a Lopes Rio o lançamento do primeiro empreendimento, Cores do Rio, dentro do Plano Urbano Reviver Centro.

Acima de tudo, este plano visa a recuperação, conservação e ordenamento do espaço público, trazendo melhorias que serão fundamentais para a atração de novos moradores a partir da produção de novas unidades residenciais. Ou seja, será uma recuperação urbanística, cultural, social e econômica da região central do Rio que vai permitir com que possamos apreciar toda a beleza que o Centro tem a oferecer.

Entre os programas que estão dentro do Plano Reviver Centro estão: locação social; moradia assistida; distrito de baixa emissão; distrito de conhecimento; autogestão; distrito da vivência e memória africana; esculturas e arte urbana; e conservação crítica dos monumentos.

Objetivo da W3 Engenharia

O diretor da W3, Flávio Wrobel diz que o Cores do Rio tem como objetivo reviver a alegria do Centro da Cidade do Rio de Janeiro por meio de uma boa arquitetura, oferecendo habitações acessíveis, com um design diferenciado, qualidade de vida e mobilidade urbana.

O empreendimento

studio cores do rio

Por fim, o apartamento à venda no Centro da Cidade terá 122 unidades entre estúdios, um quarto e dois quartos, além de uma loja. Será um projeto que envolverá toda a praticidade do Centro do Rio, a boemia da Lapa e o charme do Bairro de Fátima. Ele está localizado ao lado da estação de metrô Central, da Rua Riachuelo, da Marquês de Sapucaí, do Batalhão de Choque e da UniRio.

Vale ressaltar que a Prefeitura prevê a isenção do IPTU nos três primeiros anos, contados a partir da entrega do apartamento, e alíquotas reduzidas do ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis). No caso do ITBI, o percentual do tributo será de 1% para os interessados com renda mensal familiar de até três salários mínimos, e de 2% para as famílias com renda mensal bruta de três a seis salários mínimos. Vale lembrar que, no Rio de Janeiro, esse imposto é de 3% do valor do imóvel.

Gostou desse conteúdo? Continue nos acompanhando para mais dicas de arquitetura, design, finanças e mercado imobiliário.

 
Continue lendo ...




    O site da Lopes Rio utiliza cookies para melhorar a forma como exibimos os resultados. Ao aceitar, você concorda com a nossa Política de privacidade.